Eventos

Feira da Cultura 2018
Por: 29 de Outubro de 2018 em: Eventos

Quando se pensa em realizar um projeto institucional, a função principal é a de tornar a aprendizagem ativa, interessante, significativa, real e atrativa para o aluno, englobando a educação em um plano de trabalho agradável, sem impor os conteúdos de forma autoritária. Assim, o aluno busca e consegue informações, conversa, faz investigações, formula hipóteses, calcula, reúne o necessário para a solução dos conflitos cognitivos e, por fim, converte para a construção e ampliação de novas estruturas de pensamento.

bh2Um projeto é elaborado para transformar uma ideia em realidade. Desenvolver este projeto, portanto, é definir uma proposta de trabalho e traçar algumas linhas de ação em relação a algo que desejamos alcançar.

Foi refletindo sobre todos esses conceitos que em 2018 desenvolvemos na Primeiros Passos o Projeto Institucional sobre nossa cidade, Belo Horizonte, trazendo para os alunos a possibilidade de descobrirmos juntos os cantos e os encantos de nossa terra.

Uma vez que moramos em uma cidade que está comemorando seus 120 anos de existência e pensando que as crianças precisam assimilar que estão inseridas em um meio que é organizado por limites geográficos, históricos, sociais e políticos, viu-se a necessidade de apresentar e aumentar o conhecimento das crianças em relação à cidade de Belo Horizonte.

Diversos objetivos permearam nosso projeto, sendo o principal deles apresentar BH às crianças de Educação Infantil, desde o Berçário I ao 2º Período, sempre de forma lúdica, criativa e instigante. A equipe de educadores teve a missão de nortear as etapas do projeto e adequá-las às diferentes faixas etárias.

Como explorar com os bebês um tema tão abstrato? Foi pegando o gancho no trem, objeto muito apreciado pelos pequenos, que as educadoras apresentaram aos bebês importantes pontos turísticos da cidade, enaltecendo suas cores, formas e texturas.

Em todas as etapas do projeto, desenvolveram-se as competências e as linguagens pertinentes à Educação Infantil.

Diversas atividades fizeram parte do projeto ao longo de seus 9 meses de duração, as crianças foram incentivadas a, juntamente com os familiares, visitarem e registrarem as visitas a pontos turísticos da cidade. Em excursão, visitamos alguns locais de lazer (praças e parques), além do Mineirão e do Mercado Distrital do Cruzeiro.

Apreciar fotos antigas e atuais estabelecendo um paralelo e observando as mudanças que aconteceram ao longo dos anos também foi uma ação realizada durante o projeto.

Os avós foram convidados a trazer para as crianças memórias e histórias do tempo em que eram também crianças em BH.

bh3

O conhecimento geográfico foi também explorado, as crianças consultaram mapas, construíram maquetes de pontos turísticos e listaram os diferentes bairros residenciais.

“Com esse projeto, nossa família pode conhecer diferentes locais de lazer e cultura de BH. A cada dia, Sofia chegava em casa contando sobre algum cantinho da cidade e pedindo que fossemos conhecer. Assim visitamos o Presépio do Pipiripau, a Praça do Papa, dentre outros locais, e ainda temos mais na lista para conhecer”’. (Izabel, mãe da Sofia, Maternal II).

bh4

Como etapa final do nosso projeto, realizamos a exposição dos trabalhos e do percurso que percorremos ao longo do ano na nossa XXVII Feira da Cultura, que contou também com apresentações das crianças voltadas para o tema BH.

É gratificante para a equipe de educadores quando finalizamos um projeto anual com a certeza que ele foi desenvolvido integralmente e principalmente que conseguimos despertar nas nossas crianças a curiosidade, o interesse pela história, a formação de um conteúdo e uma relação mais próxima com nossa cidade.